ESTUDOS EM COMUNIDADES DE PRÁTICAS: UMA ABORDAGEM SOB A ÓTICA DA HERMENÊUTICA

Zélia Halicki, Rosaly Machado, Adriano Stadler, Sieglinde Kindl da Cunha

Resumo


A aprendizagem colaborativa é um conceito que vem se difundido no meio social, a partir da velocidade da criação e disseminação de informações, também pelo fato de que o tempo e o espaço não podem ser barreiras para que criem comunidades de prática, em que a aprendizagem seja construída de maneira democrática. Nesse sentido, o presente estudo justifica-se teórico-empiricamente por retratar as formas de construção de conhecimento em uma comunidade de prática em um ambiente de grupo de estudos, pois através da análise do objeto de estudo, abre-se margem para a compreensão e a ressignificação da aprendizagem em outros tipos de grupos. O objetivo geral deste estudo foi analisar como se dá a construção do conhecimento em uma comunidade de prática organizada a partir de grupo de estudos. Avaliar objetos a partir do posicionamento positivista, apesar de este representar o mainstream no meio acadêmico, pode deixar margens à serem aparadas e lacunas, as quais podem representar relevantes resultados, por isso a utilização da pesquisa qualitativa, pertencente a um paradigma subjetivista traz novos olhares a objetos já conhecidos. O presente estudo utiliza do método da observação participante, triangulado com outras estratégias, como a utilização de mídias de áudio e vídeo, mídias sociais, gravações e depoimentos dos participantes do grupo de estudos analisado.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.