ARTETERAPIA COM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS: UMA EXPERIÊNCIA DE ESTÁGIO

Jocerlei Fatima Ribeiro Mendes, Sara Scheidt Soriano

Resumo


O presente trabalho busca apresentar o relato de experiência da intervenção com idosos, por meio da Arteterapia.  Portanto, refere-se a importância da arte como expressão dos sentimentos na vida dos idosos, influenciada pela música e pintura. As atividades favoreceram a autoestima dos idosos em relação a faixa etária acima de 60 anos, promovendo a saúde mental. Foi através da arte, que os idosos puderam expressar suas emoções, diminuindo o índice de sintomas que afetavam a interação entre eles. Verifica-se que a Arteterapia é um recurso técnico significativo para o trabalho com idosos institucionalizados.

Texto completo:

PDF

Referências


ACAMPORA, Beatriz; ACAMPORA, Bianca. 170 Técnicas Arterapeuticas: modalidades expressivas para diversas àreas. 2º ed. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2014.

DINIZ, Leandro F Melloy; FUENTES, Daniel; COSENZA, Ramom M. Neuropsicologia do envelhecimento: uma abordagem multidimensonal. Porto Alegre: Artmed, 2013.p.20-161

GOFFMAN, Everng: Manicômios, prisões e conventos. São Paul:Perspectiva,2015. pg.11-20.

MARQUES, Daiane. A Importância da Musicoterapia para o Envelhecimento Ativo. Revista Portal de divulgação,n.15, Out.2011< http//www.portaldoenvelhecimento.org.br/revista/index.php.> acesso em 05.06.2017.

MALAGUTTI, Willian; BERGO, Ana Maria A Mato. Abordagem interdisciplinar do isos. Rio de Janeiro: Rubio, 2010 p.165-211.

REIS A.C. Arteterapia: a Arte como Instrumento no Trabalho do Psicólogo. Psicologia: Ciência e Profissão, 2014, 34 (1), 142-157< http://www.scielo.br/pdf/pcp/v34n1/v34n1a11.pdf> acesso em 05.06.2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.