CONTRIBUIÇÕES DA NEURODIDÁTICA AO ENSINO DA MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA

Karina Martins Barbosa

Resumo


O presente estudo teve como objetivo geral buscar na literatura ações pedagógicas mais assertivas para o ensino da matemática na educação básica. Método da pesquisa foi por meio de referencial bibliográfico, com leitura de artigos de revistas indexadas e livros. Trazendo como um caminho possível e que vem apresentando um grande destaque atualmente, a neurociência procura elucidar sobre os caminhos que o cérebro faz para melhor aprender os conceitos. O estudo trouxe muitos caminhos para serem utilizados pelos professores, baseados nas descobertas da neurociência. Conhecimento cada vez mais divulgado e necessário ao educador para uma prática que contemple realmente aprendizagem.


Texto completo:

PDF

Referências


BACARO, Bruna Lorena; SFORNI, Marta Sueli de Faria. Educação e neurociência: as contribuições da literatura científica para o ensino. X encontro de pesquisa em Educação, 2016- UEM.

CINTRA, Marcos. Educação a vergonha brasileira. Revista A Mais/2014, disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br.

GUEDES, Renata de Moura. Neurodidática, uma nova perspectiva para aprendizagem. 2015, disponível em: http://pt.slideshare.net/renatapsi11/neurodidatica-uma-nova-perspectiva-para-aprendizagem.

GUERRA, Leonor Bezerra. 10 dicas da neurociência para a sala de aula. Revista Neuro Educação, São Paulo: 7ª Edição, 2016, Ed. Segmento.

PIZYBLSKI, Luciana Montes; SANTOS JR, Guataçara dos; PINHEIRO, Nilcéia Aparecida Maciel. Relações entre o Ensino da Matemática e a Neurociência. I Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia – 2009,UTFPR.

RAMOS, Neves Mozart. Ciências para a educação. Correio Brasiliense, 15/05/2016, disponível em: http://cienciaparaeducacao.org/


Apontamentos

  • Não há apontamentos.