A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE E CULTURA SURDA EM UMA SOCIEDADE MAJORITÁRIA OUVINTE

Vania Soltes, Marcia Simões, Noemi T. G. Nolevaiko

Resumo


Resumo

Ao referir-se a surdez, sendo os sujeitos que não escutam, equivocadamente a maioria das pessoas tendem a limitar e classificá-los patologicamente como meros deficientes auditivos desprovidos de uma identidade e de uma cultura. Sobre esse desconhecimento acontece a pesquisa com vista a estabelecer parâmetros norteadores da identidade e da cultura surda, diferenciando-as dos ouvintes por meio de conceitos teóricos que subsidia e embasa a verificação da cultura própria dos surdos. A pesquisa bibliográfica traz contribuições necessárias ao tema, e revela conhecimentos de extrema importância não só para sociedade, mas no que diz respeito à área de educação e ensino. Buscar respostas às indagações relativas à cultura e identidade da pessoa surda é o que busca este trabalho.

 

Palavras-chave: Cultura Surda. Identidade Surda. Surdez.


Texto completo:

PDF

Referências


Referências

HALL, S. Identidades culturais na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 1997.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. de A. Fundamentos de metodologia científica. 6. ed. 5. reimp. São Paulo: Atlas, 2007.

PERLIN, G. Identidades surdas. In: SKLIAR, C. (Org.). A surdez: um olhar sobre as diferenças. Porto Alegre: Mediação, 1998.

PRODANOV, C. C. Metodologia do trabalho científico [recurso eletrônico]: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. – 2. ed. – Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

SÁ, N. R. L. de. Cultura, poder e educação de surdos. - 2.ed. São Paulo: Paulinas, 2010.

SKLIAR, C. Educação & exclusão: abordagens sócio-antropológicas em educação especial. Porto Alegre: Editora Mediação, 1997.

STROBEL, K. As imagens do outro sobre a cultura surda. 2. Ed. rev. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.