A IMPORTÂNCIA DO PSICOLÓGO HOSPITALAR: EXPERIÊNCIA COM PACIENTES NA ONCOLOGIA

Camila de Fátima Reis, Sara Scheidt Soriano

Resumo


O diagnóstico do câncer remete ao sujeito doente e a toda a sua família uma desestruturação psíquica tornando emergencial o acompanhamento psicológico para estes. O objetivo do presente trabalho é descrever uma prática de estágio no setor oncológico de um Hospital da cidade de Ponta Grossa, visando apresentar as intervenções realizadas e a importância do psicólogo neste setor. Observou-se através da escuta e acompanhamento psicológico, que os pacientes oncológicos sentem-se confortáveis e acolhidos com a presença do psicólogo no setor. Os familiares também necessitam desse acolhimento, pois foi possível identificar que a família muitas vezes vivência o medo da morte, com mais freqüência, que o próprio doente. Afirmando a importância do psicólogo neste setor

Texto completo:

PDF

Referências


BLEGER, J. Psico-higiene e psicologia Institucional. Tradução Emília de Oliveira Diehl – Porto Alegre: Artmed, 1984.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria-Executiva. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. Humaniza SUS: Política Nacional de Humanização: a humanização como eixo norteador das práticas de atenção e gestão em todas as instâncias do SUS. – Brasília: Ministério da Saúde, 2004. Disponível em:< http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/humanizasus_2004.pdf> Acesso em: 28 de set de 2017.

COMBINATO, D.S; QUEIROZ, M.S de. Morte: uma visão psicossocial. Estudos de Psicologia 2006, 11(2), 209-216. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/epsic/v11n2/a10v11n2.pdf. Acesso em: 31 julho 2017.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Resolução nº 013/2007. Brasília, 2007. Disponível em:< http://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2008/08/Resolucao_CFP_nx_013-2007.pdf> Acesso em: 03 de out de 2017.

GRADVOHL, S. M. O. SETTE, C. P. Vivências emocionais de pacientes oncológicos submetidos à quimioterapia. Revista de Psicologia da UNESP 13(2), 2014. Disponível em: < http://pepsic.bvsalud.org/pdf/revpsico/v13n2/a03.pdf> acesso em: 28 de set de 2017.

INCA. Novo rol de procedimentos da ANS amplia a cobertura da rede privada para a atenção oncológica e pode impactar o SUS entre o Público e o Privado. Rede câncer. Disponível em: . Acesso em 20 de março de 2017.

PEREIRA, E. C. Câncer de mama e psicologia oncológica: tratamento e ressignificação do existir. Monografia (Psicologia). Centro Universitário de Brasília. Brasília, DF, 2008. Disponível em: Acesso em: 16 junho 2017.

SOUZA, M. das G. G. de, & ESPÍRITO SANTO, F. H.do. O olhar que olha o outro … Um estudo com familiars de pessoas em quimioterapia antineoplásica. Revista Brasileira de Cancerologia, 2008 54(1), 31-41. Disponível em: . Acesso em 06/03/2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.