REFLEXÕES ACERCA DA MORTE, LUTO E VIDA

Leandra Menezes Kowal, Sara Scheidt Soriano

Resumo


Este trabalho visa trazer um panorama geral sobre o último ato da vida: a morte. Como tal, ela não age sozinha, abre feridas, marca os que ficam, transforma vidas e deixa seu principal herdeiro – o luto. E depois do dano causado, cabe aos familiares e a todos aqueles, que se de alguma forma sentiram-se abalados, aprender a difícil tarefa de retomar a vida e seguir em frente. Como elaborar a perda e resignificar a vida na sociedade contemporânea? Quais os recursos disponíveis às pessoas que passam por essa experiência? São essas e outras questões que pretendemos elucidar.

Texto completo:

PDF

Referências


CAMPOS, Érico Bruno Viana. Considerações sobre a morte e o luto na psicanálise. Rev. Psicol. UNESP vol.12 no.1 Assis jun. 2013. versão On-line ISSN 1984-9044. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-90442013000100003&lng=pt&nrm=iso Acesso 02/09/2017

CAPUTO, Rodrigo Feliciano. O homem e suas representações sobre a morte e o morrer: um percurso histórico. REVISTA MULTIDISCIPLINAR DA UNIESP. SABER ACADÊMICO - n º 06 - Dez. 2008/ ISSN 1980-5950 Disponível em: http://www.uniesp.provisorio.ws/revista/revista6/pdf/8.pdf

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila.

FRANCO FILHO, O. de M. A civilização do mal-estar pela não-felicidade. Revista Brasileira de Psicanálise. Rev. bras. psicanálise v.43 n.2 São Paulo jun. 2009. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0486-641X2009000200016

GIL, A. C. Como elaborar um projeto de pesquisa. 4° ed. São Paulo: Atlas, 2002.

PAPALIA, D. E.; OLDS, S. W.; FELDMAN, R. D. DESENVOLVIMENTO HUMANO. Tradução de Carla Filomena Marques Pinto Vercesi...[et al]. 10ª ed. Porto Alegre: AMGH, 2010

KÜBLER-ROSS, Elizabeth. Sobre a morte e o morrer. 8ª Ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

TRILHAR INSTITUTO DE PSICOLOGIA. Disponível em: http://institutotrilhar.com.br/web/

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Superintendência de Comunicação Social da UFPR. Extensão e Cultura. Grupo de apoio de Psicologia ajuda pessoas que perderam entes queridos a superar a dor do luto. Disponível em: http://www.ufpr.br/portalufpr/blog/noticias/grupo-de-apoio-de-psicologia-ajuda-pessoas-que-perderam-entes-queridos-a-a-superar-a-dor-do-luto/


Apontamentos

  • Não há apontamentos.