GESTÃO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA DE FROTAS EM UMA EMPRESA DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS

Jefferson Luis Vieira, Robson Luis Fernandes, Julio Cezar Belcari

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo descrever a atuação de uma empresa de transportes de passageiros no tema Manutenção Preventiva de Frotas. A metodologia utilizada foi o método dedutivo a natureza aplicada, com o objetivo descritivo, o problema qualitativo e o procedimento técnico um estudo de caso, e observação dos processos. O público alvo é uma empresa do setor de transportes de passageiros situada na cidade de Ponta Grossa. Sua fundamentação teórica traz os temas de Logística, Gestão de Frota, Manutenção, Manutenção Preventiva e Custos da Manutenção. Com o estudo foi possível observar que a Manutenção Preventiva é uma grande aliada na busca por competitividade e redução de custos, pois a empresa conseguiu atingir tais objetivos com o auxílio deste modelo de manutenção, primordial no processo de conservação dos veículos.


Texto completo:

PDF

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 5462. Rio de Janeiro, 1994.

BERTAGLIA, Paulo Roberto. Logística e gerenciamento da cadeia de abastecimento. 2. ed. Editora Saraiva, 2009.

BOWERSOX, D; GLOSS, D. Logística Empresarial – O Processo de Integração a Cadeia de Suprimento.1 Ed. Atlas: São Paulo, 2001.

CERVO, Amado L. et al. Metodologia Científica. 6. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007. 162 p.

CHRISTOPHER, M. Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos:Estratégias para redução de custos e melhoria dos serviços. Trad. Francisco Roque Monteiro Leite. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.

DE CAMPOS, Fernando Celso; BELHOT, Renato Vairo. Gestão de manutenção de frotas de veículos: uma revisão. Gestão & Produção, v. 1, n. 2, p. 171-188, 1994.

DONATO, Vitório. Logística Verde: uma abordagem sócio-ambiental. Rio de Janeiro: Ciência Moderna, 2008.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo dicionário Aurélio da língua portuguesa. 3. ed. Curitiba: Positivo, 2004.

GIL, Antonio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

JÚNIOR, Olavo Pinto Leal; JÚNIOR, Paulo Baffa; FANESE, Helenice Leite Garcia. Otimização da frequência na manutenção preventiva. XXVI ENEGEP - Fortaleza, CE, Brasil, 9 a 11 de Outubro de 2006.

LAFRAIA, João Ricardo Barusso. Manual de confiabilidade, mantenabilidade e disponibilidade. Rio de Janeiro: Qualitymark, Petrobrás, 2001.

LIMA, Francisco Assis; CASTILHO, João Carlos Nogueira de. Aspectos da manutenção dos equipamentos científicos da Universidade de Brasília. 2010.

NOVAES, Antônio Galvão. Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos. Rio de Janeiro: Editora Campus, 2001.

PINTO, Alan Kardec; XAVIER, Julio Aquino Nascif. Manutenção: função estratégica. 2. ed. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2001.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho científico: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013. Disponível em: . Acesso em: 08 abr. 2016.

SALLES, Sérgio Rodolfo de. Gestão estratégica de frota leve: o caso de São José dos Campos-SP.Curitiba. UTFPR, 2012.

VALENTE, Amir Mattar; PASSAGLIA, Eunice; NOVAES, Antonio Galvão.Gerenciamento de transporte e frotas. Pioneira, 1997.

XENOS, HarilausGeorgius. Gerenciando a manutenção produtiva: o caminho para eliminar falhas nos equipamentos e aumentar a produtividade. Belo Horizonte: Editora de Desenvolvimento Gerencial, 1998.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.