A IMPORTÂNCIA DA PEDAGOGIA FREINETIANA NO ÂMBITO EDUCACIONAL

Amanda Cavalari Calixto, Aline Ferreira Bueno, Jociane Pereira da Silva

Resumo


O respectivo trabalho resultante de uma abordagem qualitativa, tem como objetivo explicitar alguns referenciais teóricos propostos pelo educador francês Célestin Freinet, que apresenta uma pedagogia embasada no cooperativismo e na construção da autonomia, defendendo uma educação na qual as crianças sejam incentivadas a trabalhar em conjunto e assim construir coletivamente uma aprendizagem efetiva, sendo que para isso o educador desenvolveu diferenciadas técnicas de ensino que abordaremos nesse trabalho, ressaltando a importância da aplicação das mesmas dentro do contexto educacional. Destacamos que a criança enquanto sujeito que modificou-se historicamente possui suas singularidades, necessitando de uma educação que atenda suas individualidades, de modo que a proposta freinetiana nos auxilia a pensar em melhores estratégias de ensino durante a infância. Desse modo, acreditamos que são autores como Freinet que devem embasar a nossa prática enquanto futuras docentes, levando-nos à análise contínua dos melhores meios e técnicas para que nossas crianças aprendam significativamente, construindo desde pequenos sua própria identidade, sendo respeitados em suas individualidades e encaminhados sempre ao progresso pessoal, intelectual, cognitivo e social. Assim, apresentaremos nesse trabalho um pouco sobre a vida de Freinet e nos debruçaremos sobre suas técnicas e teorias, desenvolvidas para o trabalho com crianças que encontram-se inseridas na Educação Infantil, e por fim encerramos esse trabalho apresentando as significativas contribuições do mesmo para nossa formação e, principalmente, para a construção da nossa identidade profissional e pessoal, afinal todos os apontamentos teóricos e as propostas didático-pedagógicas que destacamos no decorrer deste, remetem a uma educação diferenciada na qual o foco de ensino será sempre o aluno e as necessidades do mesmo serão sempre as primeiras a serem consideradas, proporcionando à criança uma aprendizagem efetiva, lúdica, e humana, preocupada com a formação integral do sujeito preparando o mesmo nos princípios da cooperação e da autonomia.

Texto completo:

PDF

Referências


ARIÈS, Philippe. História social da criança e da família. 2. ed. Rio de Janeiro, Zahar, 1981. 280 p.

ASSIZ, T. K. L. R. A imprensa e a alfabetização na escola- A perspectiva de Freinet. Tese de Conclusão de Curso, Universidade Estadual de Maringá: Maringá (PR), 2012, 40 p.

FERRARI, M. Célestin Freinet, o mestre do trabalho e do bom-senso. Disponível em: http://revistaescola.abril.com.br/formacao/mestre-trabalho-bom-senso-423309.shtml?page=3. Acesso em 18 de março de 2016;

FREINET, C. Para uma escola do povo. São Paulo: Martins Fontes. 2.ed., 2001.

FREINET, C. Pedagogia do bom senso. São Paulo: Martins fontes, 1.ed, 1985. 125 p.

FREINET, C. Técnicas de educação: O jornal escolar. Editora Estampa. 1974, p.87

KANAMARU, A. T. Autonomia, cooperativismo e autogestão em Freinet: fundamentos de uma pedagogia solidária internacional. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 40, n.3, fev. 2014.

LUSTOSA, E. História da mídia impressa na educação. In: ENCONTRO PR/ SC DE HISTÓRIA DA MÍDIA, 1., 2010. Anais Eletrônicos: UNICENTRO, Guarapuava, PR, 2010.

PONTA GROSSA, Diretrizes Municipais de Ponta Grossa. p. 168, 2015.

SAMPAIO, R. M. W. A aula-passeio transformando-se em aula de descobertas. In: ELIAS, Maria Del Cioppo (Org.). Pedagogia Freinet: Teoria e prática. Campinas, SP: Papirus, 1989. p. 179- 193.

TORNAGHI, ALBERTO. Educação pelo trabalho de Célestin Freinet. Disponível em: acesso em 12 de junho de 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.