UM ESTUDO SOBRE AS RELAÇÕES HUMANAS NO TRABALHO E A PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES E PROFISSIONAIS DE SECRETARIADO EXECUTIVO ACERCA DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL

Tatiane Valigura, Lucio Mauro Braga Machado

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo apresentar um estudo sobre as Relações Humanas no trabalho, bem como a percepção de estudantes e profissionais de Secretariado Executivo acerca do relacionamento interpessoal no ambiente organizacional. Desta forma, efetuou-se o seguinte questionamento: Qual a percepção dos profissionais de Secretariado Executivo sobre as relações interpessoais no trabalho? A pesquisa foi definida, quanto à metodologia, da seguinte forma: qualitativa, quanto à abordagem, por não existir necessidade de quantificar resultados; pesquisa básica, quanto à natureza, por não dispor de aplicação prática; exploratória, quanto aos objetivos, por buscar aproximar a pesquisadora de um problema; pesquisa de campo, quanto ao procedimento, tendo em vista a busca de uma resposta para uma pergunta previamente identificada; quanto à abordagem, utilizou-se do método dedutivo para a observação de fenômenos sociais relativos às Relações Humanas; e quanto à técnica de coleta de dados, fez-se uso da técnica de observação direta extensiva por meio da aplicação de questionário. Por fim, a análise dos resultados da pesquisa de campo constatou que a maioria dos profissionais ou ainda estudantes de Secretariado Executivo possuem bom ou ótimo relacionamento com seus colegas e chefia e consideram importante o estudo das Relações Humanas para a profissão.

Texto completo:

PDF

Referências


CHIAVANETO, Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003. 634 p.

DESLAURIERS, J-P. Recherche qualitative; guide pratique. Québec (Ca): McGrawHill, Éditeurs, 1991.

FERNANDES, Almesinda Martins de Oliveira; OLIVEIRA, Cassio Fernandes de; SILVA, Milena Oliveira da. Psicologia e relações humanas no trabalho. Goiânia: AB, 2006.

FIORELLI, José Osmir. Psicologia para administradores: integrando teoria e prática. 3º ed. São Paulo: Atlas, 2003.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos da Metodologia Científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010. 277 p.

_____Técnicas de Pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas. 2002. 258 p

MATA, M. A. O papel do secretário executivo na estrutura organizacional e na condução das relações humanas. In: PORTELA, K. A; SCHUMACHER, A. Gestão secretarial: o desafio da visão holística. Cuiabá: Adptus, 2009.

MAZULO, R.; LIENDO, S. Secretária. São Paulo: SENAC, 2010.

MEDEIROS, João Bosco; HERNANDES, Sonia. Manual da Secretrária: Técnicas de Trabalho. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2004. 373 p.

MINICUCCI, Agostinho. RELAÇÕES HUMANAS: Psicologia das Relações Interpessoais. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1982. 171 p.

MOTTA, Fernando C. Prestes; VASCONCELOS, Isabela F. Gouveia de. Teoria Geral da Administração. 2. ed. São Paulo: CENGAGE Learning, 2002. 434 p.

NEIVA, Edméa Garcia; D’ÉLIA, Maria Elizabete Silva. As novas competências do profissional de secretariado. 3. ed. São Paulo: IOB Folhamatic, 2014.

SCHUMACHER, Alexandre José; PORTELA, Keyla Christina Almeida; BORTH, Marcelo Rafael. Ferramentas do Secretário Executivo. 2. ed. Cuiabá: Dos Autores, 2013.

WEIL, Pierre e TOMPAKOW, Ronald. Relações Humanas na Família e no Trabalho. 54. ed. Petrópolis: Vozes, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.