OS GÊNEROS TEXTUAIS COMO FERRAMENTA DE ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA

Lilia Schainiuka Heil

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo discutir a relevância da utilização de diferentes gêneros textuais no Ensino de Língua Portuguesa. Esse debate surge devido a grande dificuldade apresentada por alunos, de diferentes séries, em produzir textos orais e escritos com coerência e coesão. Buscou-se embasamento teórico principalmente em Antunes (2009) e Marcuschi (2008), além dos Parâmetros Curriculares Nacionais e Diretrizes de Língua Portuguesa do Estado do Paraná. Por meio dessa discussão, chegou-se à conclusão de que o uso de diferentes gêneros textuais pode tornar o ensino de língua mais significativo.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, Irandé. Língua, Texto e Ensino: outra escola possível. São Paulo: Parábola, 2009.

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Língua Portuguesa. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998.

PARANÁ, Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes Curriculares da Rede Pública de Educação Básica no Estado do Paraná: Língua Portuguesa. Curitiba, 2008.

DOLZ-MESTRE, Joaquim, GAGNON, Roxane. O gênero de texto, uma ferramenta didática para desenvolver a linguagem oral e escrita. In: L. Bueno & T. da Conceição Costa-Hübes. Gêneros Orais no Ensino. Campinas: Mercado de Letras, 2015.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção Textual, Análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Cortez, 2008.

CAMPOS, Claudia Mendes. RIBEIRO, Josélia. Gêneros. In: COSTA, Iara Bemquerer (org.); FOLTRAN, Maria José (org.). A tessitura da escrita. São Paulo: Contexto, 2013


Apontamentos

  • Não há apontamentos.