PSICOLOGIA JURIDICA: A FORMAÇÃO DE FALSAS MEMÓRIAS E SUAS CONSEQUENCIAS NO ÂMBITO JURIDICO

Autores

  • Maria Fernanda Mroczek Pereira Pinto
  • Marilia Grabriela
  • Fernando Pereira Pinto

Resumo

Trata-se de um recente assunto no meio Jurídico, que permite a interdisciplinaridade de profissionais de áreas distintas, como psicólogo, psiquiatra, assistente social, advogado, magistrado, peritos, e demais profissões que poderão atuar no meio, visando basicamente a constatação da veracidade de determinados depoimentos inquiridos no curso do processo penal. Mostra-se pertinente a análise desse tema, quando se percebe que a mente humana é capaz de ser pré-direcionada para relatar determinados acontecimentos, e burlas outros, o que atrapalha freneticamente a busca pela verdade e compromete a análise real dos fatos. É comum no âmbito penal sentenças condenatórias que se embasam única e exclusivamente em depoimentos orais, uma vez que não há outros meios de prova para o crime, como por exemplo quando envolve crimes sexuais. Assim, nota-se a fundamental importância da explanação do presente tema.

Downloads

Publicado

24-02-2021