VIOLÊNCIA SEXUAL E POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA

uma experiência via Instagram

Autores

  • Alexia Fagundes de Lara Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Marcela Teixeira Godoy Universidade Estadual de Ponta Grossa

Resumo

Acerca das leituras realizadas para o presente estudo, a violência sexual é considerada um crime fantasma, devido ao baixo número de denúncias, sendo um falso reflexo do que de fato acontece com diversas crianças e adolescentes. Desta forma, foram elaborados materiais, por meio dos quais familiares e principalmente professores possam obter subsídios para iniciar um comprometimento efetivo com a causa. O objetivo é evidenciar algumas informações que constituem a realidade de inúmeras pessoas. A presente pesquisa refere-se à divulgação científica por meio da plataforma digital do Instagram estabelecendo bases de informações que envolvem a violência sexual nos mais diversos meios. O objetivo de nosso trabalho foi perceber as concepções da sociedade que usa essa plataforma a respeito do tema, assim como propor uma sequencia didática denominada Unidade de Ensino Potencialmente Significativa (UEPS) para auxiliar os professores a trabalhar com o tema. Os sujeitos da pesquisa foram alunos, professores e a comunidade em geral, totalizando 80 participantes. Os resultados mostram que o assunto da violência sexual ainda é um tabu na sociedade pesquisada, que a violência ocorre a quase todo o momento, independente de gênero, sexo, classes social, religião ou condição intelectual e que os professores não se sentem preparados para abordar a temática na escola.

Biografia do Autor

Alexia Fagundes de Lara, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Marcela Teixeira Godoy, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Pós-doutora em Ensino de Ciências e Educação Matemática. Doutora em Ensino de Ciências e Educação Matemática. Mestre em Tecnologia e Desenvolvimento. Graduada em Licenciatura em Ciências Biológicas. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Ponta Grossa UEPG.

Referências

AMPARO, Deise Matos do; GALVAO, Afonso Celso Tanus; CARDENAS, Carmen and KOLLER, Sílvia Helena. A escola e as perspectivas educacionais de jovens em situação de risco. Psicol. Esc. Educ. (Impr.) [online]. 2008, vol.12, n.1, pp.69-88. ISSN 2175-3539.

Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S1413-85572008000100006>. Acesso em: 3 mai. De 2020

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA MULTI‐PROFISSIONAL DE PROTEÇÃO Á INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA (ABRAPIA). Abuso sexual contra crianças e adolescentes: proteção e prevenção ‐ guia de orientação para educadores. Petrópolis, RJ: Autores & Agentes & Associados, 1997.7

BORGES, J. L. Abuso sexual infantil: consequências cognitivas e emocionais. Dissertação de mestrado em psicologia - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.

BORGES, J. L.; DELL’AGLIO, D. D. (2008). Abuso sexual infantil: Indicadores de risco e conseqüências no desenvolvimento de crianças. Revista Interamericana de Psicología. 2008, vol.42, n.3, pp. 528-536.

BRASIL. Ministério da Saúde (MS). Viva: sistema de vigilância de violências e acidentes: 2009, 2010 e 2011 Brasília: MS; 2013.

BRITO, Ana Maria M. et al. Violência doméstica contra crianças e adolescentes: estudo de um programa de intervenção. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2005, vol.10, n.1, pp.143-149. 7

CERQUEIRA, Daniel; COELHO, Danilo de S. C. Estupro no Brasil: uma radiografia segundo os dados da Saúde (versão preliminar). In Nota Técnica do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, n.11, Brasília, 2014.

Disponível em:

<http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/5780/1/NT_n11_EstuproBrasil-radiografia_Diest_2014-mar.pdf> Acesso em: 15 set. de 2020.

DE FREITAS, L. Funcionalidade e Eficácia do Sistema de Justiça Criminal face à Violência Sexual Contra a Mulher no Brasil. Seminário Internacional Fazendo Gênero 11 & 13th Women’s Worlds Congress (Anais Eletrônicos), Florianópolis, 2017, ISSN 2179-510X. Disponível em:

<http://www.en.wwc2017.eventos.dype.com.br/resources/anais/1498868720_ARQUIVO_Artigo.pdf>. Acesso em: 24 set. de 2020.

DOS SANTOS, V. A.; COSTA, L. F. A violência sexual contra crianças e adolescentes: conhecer a realidade possibilita a ação protetiva. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 28, n. 4, out./ dez. 2011.

Disponível em:

<http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103166X2011000400013&script=sci_abstract&tlng=pt>. Acesso em: 12 set. de 2020.

FACURI, CLÁUDIA DE OLIVEIRA et al. Violência sexual: estudo descritivo sobre as vítimas e o atendimento em um serviço universitário de referência no Estado de São Paulo, Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2013, vol.29, n.5, pp.889-898. Disponível em:

<https://doi.org/10.1590/S0102-311X2013000500008.> Acesso em: 18 out. de 2020.

FURLANI, J. Educação sexual na sala de aula: relações de gênero, orientação sexual e igualdade étnico-racial numa proposta de respeito às diferenças. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011.

GONÇALVES, H. S; FERREIRA, A. L. 2002. A notificação da violência intrafamiliar contra crianças e adolescentes por profissionais de saúde Cadernos de Saúde Pública v.18 n.1 Rio de Janeiro jan./fev. 2002.

Disponível em:

<https://doi.org/10.1590/S0102-311X2002000100032> Acesso em: 12 ago. de 2020.

HANSON, R. F., Self-Brown, S., Fricker-Elhai, A., Kilpatrick, D. G., Saunders, B., & Resnick, H. S. (2006). The relations between family environment and violence exposure among youth: Findings from the National Survey of Adolescents. Child Maltreatment, 11(1), 3-15.

HOHENDORFF, Jean Von; HABIGZANG, Luísa Fernanda and KOLLER, Silvia Helena. Violência sexual contra meninos: dados epidemiológicos, características e consequências. Psicol. USP [online]. 2012, vol.23, n.2, pp.395-416.

Diponível em: <https://doi.org/10.1590/S0103-65642012005000007> Acesso em: 18 out. de 2020.

INOUE, S. R. V.; RISTUM, M. Violência sexual: caracterização e análise de casos revelados na escola. Estud. psicol. (Campinas) [online]. 2008, vol.25, n.1, pp.11-21. ISSN 1982-0275. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S0103-166X2008000100002>. Acesso em: 14 jan. de 2021.

LIRA, M. O. S. C. et al. Abuso sexual na infância e suas repercussões na vidaadulta. Revista Texto & Contexto - Enfermagem, Florianópolis, v. 26, n.3, pp.1-8, 2017.

Disponível em:

<https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010407072017000300320&script=sci_abstract&tlng=pt> Acesso em: 15 abr. de 2020.

MOREIRA, M. A. O que é afinal aprendizagem significativa? Revista cultural La Laguna Espanha, 2012.

MOREIRA, M. A. Unidades de Ensino Potencialmente Significativas - UEPS. Aprendizagem Significativa em Revista, v. 1, n. 2, p. 43–63, 2011. Disponível em: <https://www.if.ufrgs.br/~moreira/UEPSport.pdf>. Acesso em: 09 ago. de 2020.

NARVAZ, M. G.; Considerações sobre a revelação e a denúncia nos casos de abuso sexual. Ministério Público do Paraná. Disponível em: <https://crianca.mppr.mp.br/pagina-77.html>. Acesso em: 20 nov. de 2020.

NARVAZ, M. G.; KOLLER, S. H. O feminino, o incesto e a sedução: problematizando os discursos de culpabilização das mulheres e das meninas diante da violação sexual. Revista Ártemis - Estudos de Gênero, Feminismos e Sexualidades, n. 6, 20 jun. 2007.

PELISOLI, Cátula; PIRES, Jarbas Pitaguary Machado; ALMEIDA, Maria Eliete de e DELL'AGLIO, Débora Dalbosco. Violência sexual contra crianças e adolescentes: dados de um serviço de referência. Temas psicol. [online]. 2010, vol.18, n.1, pp. 85-97. ISSN 1413-389X. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-389X2010000100008>. Acesso em: 27 nov. de 2020.

SANDERSON, CHRISTIANE. Abuso sexual em crianças: fortalecendo pais e professores para proteger crianças de abusos sexuais. São Paulo: M. Books do Brasil. 2005.

SANTOS, Benedito Rodrigues dos & IPPOLITO, Rita. Guia de referência: construindo uma cultura de prevenção à violência sexual. São Paulo: Childhood - Instituto WCF-Brasil: Prefeitura da Cidade de São Paulo, Secretaria de Educação, 2009.

Disponível no site:<https://www.childhood.org.br/guia-de-referencia>. Acesso em: 16 jul. de 2020.

TEIXEIRA, R. R. Calados pelo machismo – meninos e homens vítimas de violência sexual. Blog Psicologia viva. 20 mar. 2020.

Disponível em:

<https://blog.psicologiaviva.com.br/violencia-sexual-de-meninos-e-homens/> Acesso: 18 out. de 2020.

Downloads

Publicado

20-12-2021

Como Citar

Fagundes de Lara, A., & Godoy, M. T. . (2021). VIOLÊNCIA SEXUAL E POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA: uma experiência via Instagram. Faculdade Sant’Ana Em Revista, 2(5), p. 100 - 125. Recuperado de https://iessa.edu.br/revista/index.php/fsr/article/view/1985