PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO (PEI):

PROPOSTA DE UM MÉTODO DE PESQUISA PARA A PROMOÇÃO DA INCLUSÃO ESCOLAR DA REDE PÚBLICA ESTADUAL DE ENSINO

Autores

  • Atlantico Souza Ribeiro Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG
  • Kamila Camilio Martinhuk Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG
  • Carolina Paioli Tavares Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG
  • Fabiane Schwade Januário Universidade Estadual de Ponta Grossa

Resumo

No ano de 2008, a chamada Política Nacional de Educação Especial(PNEE), na perspectiva da educação inclusiva foi implantada em nosso país, tendopor objetivo orientar a inserção de estudantes com deficiência, transtornos globais dodesenvolvimento e altas habilidades/superdotação em nossos sistemas de ensino,seja ele público ou privado, de forma a proporcioná-los o acesso a diversos meios deconhecimento, com plena participação e aprendizagem na educação comum. É nessesentido, que o presente ensaio teórico traz como objeto de estudo, propor um métodode pesquisa para a elaboração do Plano Educacional Individualizado (PEI), para apromoção da inclusão escolar da rede pública estadual de ensino. No que diz respeitoa metodologia empregada no desenvolvimento dessa investigação, a mesma seconstitui em uma revisão bibliográfica; quanto à sua finalidade, como sendo básica;em se tratando do problema, esta possui uma abordagem qualitativa; e com relaçãoaos seus objetivos, a mesma se caracteriza como exploratória e descritiva. Quantoaos resultados encontrados, os mesmos revelam que existe um princípio na literaturavigente relacionada à uma produção de informações a respeito do PEI, como uminstrumento no processo de escolarização de estudantes com deficiência, e que acontar da metodologia de pesquisa-ação colaborativa realizada entre o pesquisadoracadêmico, os professores da sala de aula comum, e a equipe do AtendimentoEducacional Especializado (AEE) das escolas púbicas em nosso país, o PEI acabapor se constituir em um eficaz aliado no processo de escolarização de estudantes comdeficiência.

Biografia do Autor

Atlantico Souza Ribeiro, Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG

Licenciatura em Educação Física. Mestrando do Programa do Pós-Graduação em Educação Inclusiva-PROFEI. Professor do Quadro Próprio do Magistério (QPM) da Secretaria Estadual de Educação do Paraná - SEED/PR. 

Kamila Camilio Martinhuk, Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG

Licenciatura em Educação Física. Mestranda do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu – Mestrado Profissional em Educação Inclusiva (em Rede Nacional) – PROFEI / UEPG. Professora de Educação Física na rede Municipal da cidade de Ponta Grossa - PR.

Carolina Paioli Tavares, Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG

Bacharelado em Educação Física. Mestrado e Doutorado em Ciências da Motricidade pela UNESP. Professora Adjunta e Chefe do Departamento de Educação Física da Universidade Estadual de Ponta Grossa. Professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação Inclusiva-PROFEI/UEPG.

Fabiane Schwade Januário, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Licenciatura em Educação Física. Professora da área de Educação Especial da rede estadual de ensino do Paraná. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação Inclusiva-PROFEI/UEPG.

Referências

REFERÊNCIAS:

BASSI, T. M. dos S.; BRITO, V. M de; NERES, C. C. O plano educacional

individualizado e a escolarização dos alunos com deficiência intelectual: políticas e

práticas. RPGE – Revista online de Política e Gestão Educacional. Araraquara,

vol. 24, n. esp. 02, p. 1015-1034, set. 2020. Disponível em:

https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/14329/9799. Acesso em: 10 abr.

BERNARDES, A. O.; REDIG, A. A percepção de professores sobre o plano

individualizado de transição em um curso de formação continuada. E-book:

Construindo diálogos na educação inclusiva: acessibilidade, diversidade e

direitos humanos. Campina Grande: Realize Editora, 2020. p. 162-176. Disponível

em: http://www.editorarealize.com.br/artigo/visualizar/73875. Acesso em: 10 abr.

BRASIL. Resolução CNE/CEB n. 02, de 11 de setembro de 2001. Institui as

Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Brasília, 14 set.

Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CEB0201.pdf. Acesso

em: 10 abr. 2021.

BRASIL. Decreto n. 7.611, de 17 de novembro de 2011. Dispõe sobre o

atendimento educacional especializado. Brasília: Presidência da República/Casa

Civil/Subchefia para Assuntos Jurídicos, 2011. Disponível em:

http://www.prograd.ufu.br/sites/prograd.ufu.br/files/media/documento/8.6_-

_decreto_ndeg_7.611-11_-_acessib.pdf. Acesso em: 10 abr. 2021.

CARVALHO, S. M. G. de; PIO, P. M. A categoria da práxis em Pedagogia do

Oprimido: sentidos e implicações para a educação libertadora. Rev. bras. Estud.

pedagog., Brasília, vol. 98, n. 249, p. 428-445, mai./ago. 2017. Disponível em:

https://www.scielo.br/pdf/rbeped/v98n249/2176-6681-rbeped-98-249-00428.pdf.

Acesso em: 10 abr. 2021.

CRUZ, M. L. R. M. da; MASCARO, C. A. A. de C.; NASCIMENTO, H. A. do. Plano de

Desenvolvimento Psicoeducacional Individualizado: percurso inicial para elaboração

e aplicação. In: Anais do Seminário Internacional - as Redes educativas e as

tecnologias: práticas/teorias sociais na contemporaneidade. FE/UERJ, Rio de

Janeiro, p. 06-09, jun. 2011. Disponível em: https://eduinclusivapesq-uerj.pro.br/wpcontent/uploads/2020/05/mara-cristina-e-herica-REDES-2011.pdf. Acesso em: 10

abr. 2021.

GLAT, R.; PLETSCH, M. D. Plano Educacional Individualizado (PEI): um diálogo

entre práticas curriculares e processos de avaliação escolar. In: GLAT, R.;

PLETSCH, M. D. (Org.). Estratégias educacionais diferenciadas para alunos

com necessidades especiais. EdUERJ, Rio de Janeiro, p. 17-32, 2013. Disponível

em: https://eduerj.com/?product=estrategias-educacionais-diferenciadas-paraalunos-com-necessidades-especiais-ebook. Acesso em: 10 abr. 2021.

HAMZE, A. Escola nova e o movimento de renovação do ensino. Brasil escola Uol

– Canal do educador. 2021. Disponível em:

https://educador.brasilescola.uol.com.br/gestao-educacional/escola-nova.htm.

Acesso em: 10 abr. 2021.

JESUS, D. M. de. Inclusão Escolar, Formação Continuada e Pesquisa-ação

Colaborativa. In: BAPTISTA, Cláudio Roberto (org.). Inclusão e escolarização:

Múltiplas perspectivas. Porto Alegre: Mediação, p. 95-106, 2006.

KASSAR, M. C.; GÓES, M. C. R. Sobre inclusão, políticas públicas e práticas

pedagógicas. In: GÓES, M. C. R.; LAPLANE, A. L. F. Políticas e práticas de

educação inclusiva. 2. ed. Campinas: Autores Associados, 2007. p. 49-68.

LIMA, L. A. A. de; FERREIRA, A. E. G.; SILVA, M. V. G da. O plano educacional

individualizado: proposta de um método de pesquisa na formação docente. Rev.

Educ. Perspec., Viçosa, MG, vol. 09, n. 01, p.127-141, jan./abr. 2018. Disponível

em: https://periodicos.ufv.br/educacaoemperspectiva/article/view/7013/2845. Acesso

em: 10 abr. 2021.

MANACORDA, M. A. História da Educação: da antiguidade aos nossos dias.

Tradução – Gaetano Lo Monaco. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1989. p.

MASCARO, C. A. A. de C. O Plano Educacional Individualizado e o estudante com

deficiência intelectual: estratégia para inclusão. Revista Espaço Acadêmico. n.

, p. 12-22, jun. 2018. Disponível em:

https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/43318/751375

Acesso em 10 abr. 2021.

NASCIMENTO, V. L do; REDIG, A. G. Dialogando sobre as estratégias educacionais

diferenciadas: individualização do ensino. X Seminário Internacional – As Redes

Educativas e as Tecnologias. Rio de Janeiro, p. 01-09, jul. 2019. Disponível em:

https://eduinclusivapesq-uerj.pro.br/wp-content/uploads/2020/06/DIALOGANDOSOBRE-AS-ESTRATEGIAS....pdf. Acesso em: 10 abr. 2021.

VALADÃO, G. T.; MENDES, E. G. Inclusão escolar e o planejamento educacional

individualizado: estudo comparativo sobre práticas de planejamento em diferentes

países. Revista brasileira de educação. vol. 23, p. 01-18, 2018. Disponível em:

https://www.scielo.br/pdf/rbedu/v23/1809-449X-rbedu-23-e230076.pdf. Acesso em:

abr. 2021.

Downloads

Publicado

20-12-2021

Como Citar

Souza Ribeiro, A., Camilio Martinhuk, K., Paioli Tavares, C., & Schwade Januário, F. (2021). PLANO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO (PEI):: PROPOSTA DE UM MÉTODO DE PESQUISA PARA A PROMOÇÃO DA INCLUSÃO ESCOLAR DA REDE PÚBLICA ESTADUAL DE ENSINO. Faculdade Sant’Ana Em Revista, 2(5), p 144 - 160. Recuperado de https://iessa.edu.br/revista/index.php/fsr/article/view/2139